terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Torcida feminina cobra postura do Atlético-MG sobre situação de Robinho no clube



O atacante Robinho vive um momento conturbado em sua carreira. Mesmo com o aumento de seu rendimento no fim da temporada dentro de campo, o que mais tem repercutido quando se fala em seu nome é o caso de violência sexual, pelo qual o atacante foi condenado no fim do mês de Novembro. Com todo o desenrolar desse caso, a torcida feminina do Atlético-MG cobra uma postura oficial da equipe, como relatado em reportagem do site Globoesporte.com

Robinho foi condenado pela justiça italiana, em um caso que teria ocorrido no ano de 2013, quando o atleta ainda atuava no Milan. Ainda segundo reportagem do Globoesporte.com, a defesa de Robinho mantém plena confiança na inocência do atleta. Por outro lado, a equipe do Atlético-MG informou que não se manifestaria sobre o caso, por ser um assunto particular do atleta. A posição do Galo não agradou a um grupo de torcedoras que realizou manifestações, cobrando um posicionamento da equipe sobre a situação.

Entre as faixas usadas em protesto foi possível observar o descontentamento da torcida feminina atleticana tanto com o jogador, quanto com o clube, estando em destaque as seguintes frases: "Um condenado por estupro jogando no Galo é uma violência contra todas as mulheres!" e "Galo, seu silêncio é violento! Não aceitaremos estupradores!"




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.