sábado, 2 de dezembro de 2017

Na "cidade do renascimento", Aldo luta para recuperar título contra Holloway



Um dos muitos apelidos de Detroit, sede do UFC 218 deste sábado, é "Cidade do Renascimento", devido à sua capacidade de se levantar após sucessivas dificuldades. É este mesmo espírito que José Aldo busca demonstrar na luta principal do evento, contra Max Holloway, homem que o derrotou pelo cinturão peso-pena do Ultimate em junho passado. O título estará novamente em jogo na revanche, e um Aldo renovado, de jogo refinado e motivação resgatada, acredita que ele voltará à sua cintura.

Foi no mesmo estado de Michigan, na vizinha Auburn Hills, que o lutador brasileiro recebeu o cinturão peso-pena do UFC em novembro de 2010, quando o finado evento de MMA WEC foi absorvido pelo Ultimate. A cerimônia aconteceu no ginásio que era ocupado na época pelo Detroit Pistons, time de basquete da NBA, que se mudou este ano para a Little Caesars Arena, sede do evento deste sábado. A arena faz parte de um esforço do governo local para revitalizar o centro de Detroit; a cidade, outrora uma das quatro maiores dos EUA, entrou em decadência junto com a indústria automobilística nos últimos 50 anos e declarou falência em 2013. Desde então, uma série de iniciativas vêm recuperando o prestígio e orgulho dos cidadãos locais, e o centro da cidade, onde está localizado o ginásio, é o foco do movimento.

Supersticioso, José Aldo espera que esses ares o inspirem para retomar seu lugar como rei dos pesos-penas. O lutador manauara conta que lembrou de toda a sensação de receber o cinturão logo quando desembarcou novamente em Detroit. Além disso, o brasileiro acredita que a forma como a revanche foi marcada - ele foi escolhido para fazer a revanche contra Holloway cerca de três semanas antes do evento, após uma lesão tirar de ação Frankie Edgar - foi um sinal de Deus.

- Eu já estava com o Dedé (Pederneiras, treinador e empresário) em casa - isso é muita coincidência - aí do nada ele recebeu a mensagem, falei "Meu irmão, eu quero", e foi assim, muito rápido. Fui dormir, estava com o coração acelerado de manhã cedo, já treinando e pensando na luta. Eu não falo muito de Deus, cada um tem sua religião, suas crenças, mas lembro que um dia antes falei, "Cara, se for a vontade de Deus, vou lutar de novo pelo título." E aconteceu muito rápido, foi tipo uma provação. Fico até emocionado de falar assim, porque foi uma coisa muito sinistra, que eu dei e logo em seguida eu recebi, numa conversa com Deus. Eu falei, "Cara, é isso, eu abro mão disso tudo para disputar o título de novo", e foi muito rápido, no outro dia já estava certo. Cheguei no treino e voei, treinei como nunca na minha vida. Eu estou muito, muito confiante. Eu respeito meus adversários sempre, respeito todo mundo, mas a gana que eu estou é insaciável - disse Aldo ao Combate.com.

O brasileiro não está contando somente com as energias do além. Após ser nocauteado por Holloway no terceiro round no UFC 212, em junho, José Aldo foi para os EUA para uma temporada treinando boxe, incluindo um período na renomada academia de Robert Garcia, treinador de diversos campeões mundiais. Isso aumentou bastante a confiança do lutador da Nova União para uma apresentação melhor.

- Ele pode ser striker forte como for, mas desta vez a gente vem totalmente diferente. Eu fiz uma experiência boa com os caras do boxe, isso me ajudou bastante. O que eu vi, ele não tem nem perto daquilo que treinei lá, então pode ter certeza que estou mto tranquilo em relação a isso - comentou.


Max Holloway está faminto para criar um legado de vitórias como campeão dos penas


Aldo vai precisar mesmo de todas as energias e toda a técnica para vencer. Do outro lado do octógono, estará um campeão cerca de cinco anos mais jovem, faminto em sua primeira defesa de cinturão. O havaiano Max Holloway venceu suas últimas 11 lutas, maior sequência de vitórias na história do peso-pena no UFC, e garante que estará ainda melhor neste sábado do que no primeiro encontro há seis meses.

- Estou em constante evolução, melhor a cada luta. Se você pegar minha luta com o (Anthony) Pettis e depois a do José Aldo, vai ver que estou mais rápido, forte, incrementei alguns golpes, enfim. Temos sempre que buscar evoluir. Ainda sou novo, tenho 25 anos, vou fazer 26 em breve, mas ainda há muito a fazer no MMA - declarou o campeão.

Além de Holloway x Aldo 2, o UFC 218 tem um dos melhores cards do ano para os fãs de Detroit. Todos os lutadores do card principal estão ranqueados entre os seis primeiros de suas respectivas categorias no UFC. A co-luta principal destaca um confronto decisiva no peso-pesado, entre Alistair Overeem, primeiro do ranking da categoria, e Francis Ngannou, quarto colocado; o vencedor deve ser o próximo desafiante ao cinturão de Stipe Miocic. No card preliminar, dois brasileiros estarão em ação: o peso-leve Charles do Bronx, que enfrenta o americano Paul Felder, e o peso-meio-médio Alex Cowboy, que encara o havaiano Yancy Medeiros, companheiro de equipe de Holloway.

Confira o card completo:

UFC 218

2 de dezembro, em Detroit (EUA)

CARD PRINCIPAL (a partir de 1h, horário de Brasília):


Peso-pena: Max Holloway x José Aldo

Peso-pesado: Alistair Overeem x Francis Ngannou

Peso-mosca: Henry Cejudo x Sergio Pettis

Peso-leve: Eddie Alvarez x Justin Gaethje

Peso-palha: Tecia Torres x Michelle Waterson

CARD PRELIMINAR (a partir de 21h15, horário de Brasília):


Peso-leve: Charles do Bronx x Paul Felder

Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Yancy Medeiros

Peso-leve: David Teymur x Drakkar Klose

Peso-palha: Felice Herrig x Cortney Casey

Peso-meio-médio: Sabah Homasi x Abdul Razak Alhassan

Peso-meio-pesado: Jeremy Kimball x Dominick Reyes

Peso-pesado: Justin Willis x Allen Crowder

Peso-palha: Amanda Cooper x Angela Magaña





Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.