terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Enorme "diamante da paz" de Serra Leoa é leiloado por US$ 6,5 milhões



O chamado "diamante da paz" foi colocado à venda pelo governo de Serra Leoa e comprado nesta segunda-feira por 6,53 milhões de dólares, em uma transação que pretende pôr fim à era dos famosos "diamantes de sangue".

O comprador é o joalheiro britânico Laurence Graff, informou em uma entrevista coletiva em Nova York, Martin Rapaport, presidente do Rapaport Group, que organizou a venda e se comprometeu a não obter comissão.

A pedra de 709 quilates, encontrada em março, é a maior descoberta em Serra Leoa em meio século e está entre o 10º e o 15º maior diamante já encontrado no mundo, disseram especialistas.

O diamante foi encontrado por uma companhia dirigida pelo pastor evangélico Momoh, que o entregou ao governo na esperança de poder organizar a sua venda para obter mais lucros e financiar um potencial desenvolvimento em Serra Leoa.

O preço da venda foi inferior ao proposto em um primeiro leilão, em abril, em Serra Leoa: 7,1 milhões de dólares. Essa operação foi cancelada pelo governo, que achou o valor insuficiente.

"Quem sabe estamos lidando com o preço da transparência", disse Rapaport.

A mineração ilegal e a venda dos chamados diamantes de sangue foram as maiores fontes de conflito em muitos países da África, incluindo Serra Leoa, lembrou o presidente Ernest Bai Koroma no leilão.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.