segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Concurso TRT-RJ 2018: escolha da organizadora continua prevista para este mês



Não foi cumprido o desejo de escolha, nesta semana, da organizadora do concurso TRT-RJ 2018.

Passada a sindicalistas no último dia 8, pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, desembargador Fernando Antonio Zorzenon, a previsão não se confirmou pois o TRT-RJ ainda analisa as propostas das possíveis bancas.

Nesta sexta-feira, dia 17, a reportagem da FOLHA DIRIGIDA questionou o órgão sobre a escolha da banca. De acordo com o tribunal, a comissão responsável pela seleção continua trabalhando para definir a organizadora este mês.

Na última terça, 14, houve uma reunião na presidência do órgão para tratar sobre o concurso. No encontro, o presidente Zorzenon voltou a confirmar a seleção, autorizando o grupo de trabalho a dar andamento ao processo de escolha da banca.

Já está definido que a escolha da organizadora será por dispensa de licitação. Descubra os perfis das organizadoras que poderão ficar à frente da seleção. O órgão já informou que, tão logo anuncie a banca, começará a fechar o aguardado edital. A fase de elaboração do documento deverá ficar para dezembro.

O aguardado edital deverá ser divulgado no início do ano que vem. Se ele sair mesmo em janeiro, as provas objetivas do concurso deverão ficar para março ou abril, 60 dias depois, seguindo legislação para o Poder Executivo, tradicionalmente adotada no Judiciário.

Técnicos, de nível médio, são destaques do concurso TRT-RJ 2018


O concurso TRT-RJ 2018 visará à formação de cadastro de reserva em vários cargos. Os principais são os técnicos das áreas administrativa e de segurança, cuja exigência é o nível médio. Para segurança, o servidor precisa ter também carteira de habilitação na categoria D.

Para técnico de enfermagem é necessário o nível médio/técnico. A remuneração é de R$7.260,41, com exceção do técnico de segurança, cujos ganhos são de R$8.308,17.

No caso do analista, o destaque é o da área administrativa, para graduados em qualquer área. Para analistas de Direito e oficial de justiça, que também serão contemplados, o requisito é ser formado em Direito. Já nas áreas das Engenharias Elétrica, Civil e Mecânica é necessária graduação na área. A remuneração é de R$11.345,90, exceto para o oficial de justiça, com R$13.064,99.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.