segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Presidente do Palmeiras diz que erros de arbitragem influenciaram o resultado e promete reclamar com a CBF



Irritado, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, disse que a derrota para o Corinthians por 3 a 2 foi influenciada por dois erros de arbitragem e prometeu enviar uma reclamação para a CBF com queixas contra a arbitragem de Anderson Daronco.

"Tivemos dois erros de não cumprimento de regra. Isso compromete o espetáculo. Em impedimento, o Corinthians fez o primeiro gol. Quando você sai atrás em um clássico muda o jogo, compromete o jogo. A gente lamenta muito o não cumprimento de regra", disse o presidente.

Assim como fizeram os jogadores do Palmeiras e o técnico Alberto Valentim, Galiotte queria que o volante Gabriel fosse expulso. O jogador estava sendo atendido fora de campo e voltou para o gramado sem autorização do árbitro Anderson Daronco, mas com ordem do assistente.

"O segundo erro foi o Gabriel voltar para o campo. Não pode existir aquilo. Se o árbitro não sabe que o jogador está em campo: cartão amarelo. Regra. Regra. E regra. Não quero dizer que o Palmeiras perdeu por causa disso. Mas o não cumprimento de regra fez o palmeiras tomar o primeiro gol."

Galiotte prometeu reagir e cobrar da CBF.

"Temos de trabalhar para evoluir. Vamos fazer um relatório. Vamos fazer um vídeo, como fizemos na segunda-feira quando o gol do Borja, em uma jogada absolutamente normal, foi anulado contra o Cruzeiro. Temos de treinar melhor os árbitros, os bandeiras", disse o dirigente.





Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

Na RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.