terça-feira, 7 de novembro de 2017

Polícia apura causa da execução de soldado na Praia Grande



O policial militar Willian Barboza Ribas, de 29 anos, foi executado nesse sábado, 4, em Praia Grande, litoral sul paulista. Segundo informações da PM na Baixada Santista, o soldado recebeu pauladas, facadas e tiros, conforme o capitão André Bonifácio, porta-voz da corporação na região. Ele iria se formar na escola militar em dezembro.

Ainda não há detalhes sobre os motivos da execução, mas já foi apurado que o pai do policial, José Amauri Ribas, de 53 anos, morador de Praia Grande, também foi agredido a pauladas e facadas, e recebeu atendimento no Hospital Irmã Dulce, mas seu estado de saúde não foi informado.

No local, os policiais já encontraram o soldado Ribas morto. Vários objetos da residência estavam fora do lugar. Foi encontrada dentro da casa a pistola do PM, com 15 cartuchos íntegros, além do colete e outros pertences. Entre as suspeitas, está a de que Ribas foi morto pelos assaltantes após ter sido identificado como PM. O comando da Escola Superior de Soldados, em mensagem enviada a policiais, classificou o episódio como "assassinato covarde".




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

Na RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.