quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Jô é punido pelo STJD, pega um jogo de suspensão e não enfrenta o Avaí



Jô foi punido com um jogo de suspensão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Em audiência realizada na tarde desta nesta quarta-feira, o atacante foi punido pela solada no zagueiro Rodrigo, da Ponte Preta, em jogo realizado dia 29 de outubro, no Moisés Lucarelli, em que a Macaca garantiu a vitória por 1 a 0.

Denunciado pelo Art. 254A do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), por praticar agressão física durante a partida, o jogador poderia pegar até 12 jogos de gancho. Porém, os auditores da Terceira Comissão Disciplinar entenderam o lance como ato hostil (250), aplicando a pena mais leve. Assim, o camisa 7 do Timão não atuará contra o Avaí, no próximo sábado às 19h na Arena. Ele entra em campo nesta quarta-feira contra o Atlético-PR, às 21h em Curitiba.

Em concentração para enfrentar o Atlético-PR às 21h desta quarta-feira, Jô não compareceu à audiência no Rio de Janeiro, mas enviou um vídeo em sua defesa.

- Ele (Rodrigo) estava enchendo o saco, tem essa coisa de ficar catimbando, normal. Tive um contato com ele, falei para ele deixar, parar de falar, e continuar o jogo. Não foi uma agressão. Não tenho um histórico - disse o atacante que deu sequência a sua defesa - Queria deixar claro neste vídeo a inversão do que estão dizendo. Naquele momento do jogo, eu tive contato com o Rodrigo e disse para ele deixar de falar e seguir o jogo. Esse negócio de agressão pegou mal, tem muita gente falando, mas não foi na intenção de machucar - finalizou.

A Ponte Preta também foi julgada e multada em R$ 2 mil por conduta irregular de um gandula e absolvida por um copo arremessado. Apesar de o árbitro da partida ter relatado o registro de um Boletim de Ocorrência, comunicado por um policial militar, os auditores afirmaram que o documento deveria ter sido apresentado pela defesa do clube de Campinas. Porém, por ter apresentado o nome completo do torcedor infrator e seu RG, a Ponte foi absolvida do caso.

Veja a votação dos auditores na denúncia do caso Jô:


Relator Manuel Márcio Bezerra Torres - Desclassificou a denúncia para o artigo 250 e determinou a aplicação de uma partida de suspensão.

Auditor Otacílio Neto - Desclassificou a denúncia para o artigo 250 e aplicou pena de uma partida de suspensão.

Auditor Jurandir Ramos de Sousa - Desclassificou a denúncia ao artigo 254, aplicando pena mínima de uma partida de suspensão.

Auditor Vanderson Braga Filho - Desclassificou a denúncia para o artigo 254 e aplicou pena de uma partida de suspensão.

Presidente Sérgio Leal Martinez - Desclassificou a denúncia para o artigo 250 e concluiu a votação com pena de uma partida de suspensão para o atacante.

A maioria dos votos determinou a aplicação de apenas um jogo de gancho ao atacante do Corinthians.





Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

Na RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.