segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Concurso INSS 2019: sindicato cobra seleção, dada como certa no Planejamento




Após o assessor especial do Ministério do Planejamento, Arnaldo Lima Junior, ter afirmado que o ritmo de abertura de concursos será acelerado em 2019, mencionando o do INSS na lista, a Confederação Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social (CNTSS) se manifestou, alertando para a importância do concurso INSS 2019, além da chamada de aprovados do concurso INSS 2015.

Segundo o presidente nacional do CNTSS, Sandro Alex de Oliveira César, há urgência de que o concurso seja realizado, “pois o órgão está ameaçado de falência já que muita gente está se aposentando”.

Entre tantas razões que explicam essa falência está a integralização de uma gratificação a que os trabalhadores têm direito. Ela será dada até 2019 e fará com que cerca de 70% da força de trabalho tenham as condições para se aposentar, agravando o déficit já existente.

Carência de 14 mil servidores evidencia necessidade do concurso INSS 2019

De acordo com Sandro Alex, o INSS possui atualmente um déficit de cerca de 14 mil servidores. “Isso afeta as atividades do instituto pelo fato de que, embora não se tenha filas hoje presencialmente, há filas virtuais, da agenda eletrônica. As pessoas aguardam até dois meses para conseguirem atendimento”.

Contudo, se pelo menos 10 mil servidores fossem contratados, a situação seria amenizada. “Isso não resolve o problema, mas atenua. Devemos melhorar a qualidade atual, tendo em vista também a condição futura”.


INSS ainda sem previsão para pedir novo concurso

A reportagem da FOLHA DIRIGIDA procurou o INSS questionando-o sobre um novo pedido de concurso. Entretanto, até a publicação desta matéria a autarquia não havia se manifestado. Em junho, o INSS informou que "finalizava estudos (sobre o concurso), que ainda não tinham seguido para o Ministério do Desenvolvimento Social". No mês passado, porém, a autarquia negou a previsão de novo concurso e de encaminhamento de um novo pedido, já que o último foi prorrogado até o ano que vem.

Apesar disso e diante das declarações do assessor especial do Planejamento, Arnaldo Lima Junior, a expectativa agora é que o órgão possa encaminhar um novo pedido de concurso no ano que vem, para realizá-lo em 2019. Isso por conta do grande problema de pessoal, que não foi solucionado com o concurso de 2015.

Sobre as nomeações pendentes do concurso INSS 2015, válido até o fim do ano que vem, a autarquia aguarda a autorização do Planejamento. Falta o aval para o INSS contratar 200 técnicos, cumprindo a oferta de vagas prevista em edital. O presidente Leonardo Gadelha já informou, porém, que pretende convocar os excedentes.

Para isso o Planejamento precisa autorizar a contratação do adicional de 50% das vagas. Se aprovado, o instituto contrataria 475 aprovados, 400 técnicos e 75 analistas. O último pedido de concurso do INSS, negado pelo Planejamento, contemplou 7.351 vagas, sendo 3.627 para técnico, 2.194 para analista e 1.530 para perito médico. Esses trẽs cargos deverão ser contemplados na nova solicitação.

O técnico do seguro social exige o nível médio e tem ganhos de R$5.344,87. O analista é destinado a graduados em Serviço Social, com ganhos de R$7.954,09. O perito médico, por sua vez, é para graduados em Medicina, com R$10.616,14. O INSS contrata pelo regime estatutário, com estabilidade.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

Na RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.