domingo, 17 de setembro de 2017

“JN” ignora morte de Marcelo Rezende em escalada e é detonado; Globo lamenta perda



O “Jornal Nacional”, da Globo, foi detonado nas redes sociais na noite deste sábado (16) após um destaque mínimo sobre a morte de Marcelo Rezende, 65, e por ter ignorado a notícia na escalada – momento com as principais manchetes do telejornal.

“A Globo não citou a notícia da morte de Marcelo Rezende na escalada do JN. A notícia do dia. Vaidade ridícula por ele ser de outra canal”, observou um usuário do Twitter. “Como pode essa Rede Globo não dar destaque na chamada do JN pra morte do seu ex funcionário Marcelo Rezende… inacreditável. Muito triste”, afirmou outro.

Como informou o telespectador, o jornalista trabalhou na rede da família Marinho entre 1987 e 2002, como repórter de programas como “Globo Esporte”, “Fantástico”, “Globo Repórter” e “Jornal Nacional”, além de apresentador do “Linha Direta”. Em seguida ele teve passagens pela RedeTV!, Band e Record.

A emissora falou sobre a morte de Rezende em um dos últimos blocos do seu principal telejornal, utilizando a mesma reportagem (de cerca de 2 minutos) exibida no “SP2”, de Carlos Tramontina. “Deixa saudade. Descanse em paz, Marcelo”, disse Chico Pinheiro, que ouviu apenas um “é isso” de sua companheira de bancada, Monalisa Perrone.

A Globo, porém, usou seus perfis nas redes sociais para lamentar a morte do ex-funcionário. “Nossos sentimentos à família e amigos“, disse o canal no Twitter.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.