sábado, 2 de setembro de 2017

Concurso STM 2017: tribunal e Cespe/UnB assinam contrato. Edital em breve

 


O Superior Tribunal Militar (STM) publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça, 1º, o extrato de contrato com o Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador do concurso STM 2017. Com a oficialização da banca, o edital agora será questão de tempo, saindo a qualquer momento.

A previsão passada pelo órgão é de divulgação do documento no fim deste mês ou no máximo início de setembro. O concurso terá pelo menos 41 vagas, já que esse é o número de cargos vagos no órgão hoje. Esse quantitativo, porém, poderá aumentar em virtude das aposentadorias que poderão surgir até a abertura da seleção.

Confira o extrato de contrato


DIRETORIA DE PATRIMÔNIO E MATERIAL

EXTRATO DE CONTRATO

ESPÉCIE: Processo no 146/2017 - SEI nº 008503/17-00.50 Contrato nº 21/2017, celebrado entre o Superior Tribunal Militar e o CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM AVALIAÇÃO E SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS - CEBRASPE. OBJETO: Contratação de serviços de organização, planejamento, execução e acompanhamento de concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário. FUNDAMENTO LEGAL: Lei nº 8.666/1993, art. 24, inciso XIII. DATA DE ASSINATURA: 28/07/2017. ASSINAM: Eder Soares de Oliveira, Diretor-Geral, pelo Contratante, Maria Osmarina do Espírito Santo Oliveira, Diretora-Executiva e Ricardo Bastos Cunha, Diretor de Negociação e Gestão de Eventos, ambos pela Contratada.


Contratações serão imediatas


A boa notícia para os milhares de interessados no concurso STM 2017 é que as contratações serão imediatas à homologação do concurso. Essa informação foi passada pela diretora de pessoal do STM, Ana Pimentel, em recente entrevista à . Confira abaixo a tabela de cargos vagos!

Cargo / Área /  Especialidade / Quantidade de vagas

Analista Judiciário Judiciária - 5
Administrativa - 1
Apoio especializado Análise de sistemas 1
Contabilidade 1
Engenhadia Mecânica 1
Técnico Judiciário Administrativa - 31
Apoio Especializado Programação 1
Total 41

O STM ainda não confirmou todos os estados que serão contemplados com as atuais vagas em abertas no quadro de pessoal. No entanto, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília (sede) foram confirmadas recentemente pela Diretoria de Pessoal do órgão.

Uma ótima notícia para os interessados no Concurso STM 2017 é a utilização do cadastro de reserva. Além das vagas imediatas, está confirmado que o órgão formará cadastro para chamar aprovados durante todo o prazo de validade do concurso, que deverá ser de dois anos prorrogáveis.

Último concurso


O Cespe/UnB também foi o organizador do último concurso para o STM. Realizada em 2010, a seleção ofereceu 153 vagas e contratou mais de 700 aprovados durante todo o prazo de validade, que expirou em 2015.

Os candidatos foram avaliados com prova objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, com questões divididas entre conteúdos de conehcimentos básicos, complementares e específicos.

Para as carreiras de analista judiciários em diversas especialidades foram aplicadas ainda provas discursivas, de caráter eliminatório. Além disso, o cargo de técnico júdiciário da área de segurança foi avaliado com prova prática. Vale lembrar que essa especialidade ainda não está confirmada no Concurso STM 2017, mas até a publicação do edital mais vagas podem ser abertas.





Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.