quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Bombeiros suspendem buscas por adolescente desaparecida em tragédia de Mar Grande; Marinha continua a procura




O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia decidiu nesta terça-feira (5) suspender as buscas pela adolescente que desapareceu após a tragédia com a lancha Cavalo Marinho I, na Baía de Todos-os-Santos, que deixou 19 mortos. A Marinha entretanto informou que continuará realizando as buscas.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), os bombeiros só retomarão as buscas, caso apareçam novas informações sobre a localização da vítima.

Ainda segundo a SSP-BA, mais de mil quilômetros quadrados foram percorridos por terra e mar desde a tragédia, vasculhando todas as regiões possíveis durante os 11 dias, levando em conta as condições climáticas entre outras informações do dia do acidente. A medição do espaço percorrido não leva em conta ainda as buscas realizada por meio do grupamento Aéreo da PM.

De acordo com o subcomandante do Grupamento Marítimo (Gmar) do Corpo de Bombeiros, capitão Luciano Alves, todos os esforços para a localização da última vítima em apoio às ações da Marinha foram aplicados. “As equipes se dedicaram ao máximo, no entanto não tivemos qualquer indício da localização da adolescente”, ressaltou o capitão, destacando a importância de informações que possam nortear as buscas.

Já o titular da 24ª Delegacia Territorial (Vera Cruz), unidade responsável pelas investigações do caso, delegado Ricardo Amorim, afirmou que o tio da garota desaparecida também prestou depoimento, no entanto, não apresentou documento de identificação da vítima. “Já ouvimos a tripulação das outras embarcações que passaram na hora do acidente e logo devemos concluir a fase de ouvidas”, finalizou.

Ministério Público


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recorreu, nesta terça-feira (5), da decisão da Justiça que negou o pedido de suspensão da travessia Salvador-Mar Grande, temporariamente. O agravo de instrumento foi interposto pela promotora de Justiça Joseane Suzart, que pede ao Tribunal de Justiça que determine a suspensão do serviço até que sejam realizados estudos técnicos e exames periciais que comprovem a segurança das embarcações e terminais marítimos.

Conforme a promotora, "a medida visa resguardar a vida, a saúde e a segurança dos usuários do transporte, que estão acima da continuidade do serviço 'inseguro e inadequado'", disse Suzart, em nota.

O primeiro pedido foi feito pelo Ministério Público no dia 29 de agosto, cinco dias após uma embarcação do sistema virar e deixar 19 pessoas mortas. No dia 1º de setembro, a 8ª Vara da Fazenda Pública de Salvador negou a solicitação do MP.






Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No RD5 maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.