sexta-feira, 25 de maio de 2018

Concurso PRF 2018: direção está otimista para receber autorização

Concurso PRF 2018: direção está otimista para receber autorização



A direção-geral da Polícia Rodoviária Federal, por meio de sua Assessoria de Imprensa, mostrou-se confiante de que o pedido para o concurso PRF 2018 feito ao Ministério do Planejamento será autorizado pela pasta. A solicitação foi para 2.778 vagas de policias, cargo que exige nível superior em qualquer área.

“Esse concurso é de extrema importância, haja vista o atual déficit de 2.098 policiais, com perspectivas de agravamento durante o ano de 2018, quando há um número expressivo de aposentadorias e vacâncias programadas. Ainda não há previsão (de quando o aval será dado), mas continuamos com o otimismo que o Ministério do Planejamento vai entender a necessidade de nossa instituição e autorize o concurso”.

A expectativa é de que os concursos federais, entre os quais o da PRF, possam ser autorizados após aprovação do orçamento da União, no Congresso Nacional, o que deverá acontecer ainda este mês.

Superintendente do Rio também está otimista para o concurso PRF 2018

Uma constante reivindicação dos policiais rodoviários que atuam no Rio de Janeiro e do sindicato da categoria no estado é que, dos aprovados nos concursos da PRF, poucos são lotados no Rio, embora aqui haja grande déficit.

Questionada se na próxima seleção esse cenário será mudado, a corporação disse que “ainda não há definições sobre regionalização de vagas ou sobre mecanismos internos de realocação de pessoal”.

O superintendente regional da PRF no Rio de Janeiro, José Roberto Gonçalves de Lima Neto, também falou sobre a importância desse concurso receber o aval do Planejamento. Segundo ele, novas aposentadorias aumentarão a carência no próximo ano.

José Roberto Gonçalves -
PRF Superintendente da PRF
defende vagas para o Rio
(Foto: Divulgação)

“Temos um grande número de vacâncias no órgão, além de muitas aposentadorias que deverão ocorrer no próximo ano. Portanto, é de extrema importância a realização de concurso público para suprir as vagas existentes e a carência de servidores em todo o país”.

Assim como a direção-geral, o superintendente do Rio também está otimista pela autorização.

José Roberto confia que PRF receberá aval para realizar novo concurso

“Temos confiança que teremos a autorização do concurso. A direção-geral da PRF tem feito a gestão junto aos responsáveis pelo andamento do processo, para que possamos ter notícias positivas. Conseguimos grandes avanços para o órgão, como recentes aquisições de viaturas, armamentos, nova identidade visual, novos uniformes, sistemas informatizados avançados, equipamentos modernos, entre outros. Mas o servidor, o material humano, é o principal, por isso trabalhamos para conseguir reforçar nosso efetivo”, destacou.

E embora tenha reconhecido que há déficit de pessoal no Rio, José Roberto ainda não sabe se no novo concurso haverá vagas imediatas para o estado.

“Precisamos de um aumento considerável em nosso efetivo no Rio de Janeiro. Entretanto, a tendência é que seja mantido o formato das seleções anteriores. De qualquer forma, é uma decisão que ainda deverá ser tomada pela Coordenação-Geral de Recursos Humanos, em Brasília, quando houver o concurso”, explicou.

Mais de 3 mil profissionais poderão se aposentar

A situação caótica no Rio, aliás, foi sinalizada recentemente pelo presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Rio de Janeiro (Sinprf-RJ), Ranier de Almeida, que pleiteou, junto ao Planejamento, ao menos um concurso regional para suprir a demanda no estado.

Segundo o sindicalista, o déficit aqui é de mais de mil policiais, e o número de profissionais com condições de se aposentar é alto. Já no âmbito nacional, 3.600 profissionais já têm os requisitos para se aposentar, segundo informou o diretor-geral, Renato Dias.

Parte da necessidade de pessoal será suprida se o Ministério do Planejamento autorizar todas as 2.778 vagas solicitadas de policial rodoviário federal. A carreira, que proporciona hoje remuneração de R$9.501,98, é para quem tem formação acadêmica superior em qualquer área, além de idade entre 18 e 65 anos e carteira de habilitação na categoria B ou superior. O auxílio-alimentação, de R$458, já está incluso nesse valor.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Concurso PGE SP 2018: comissão está em fase final de definição

Concurso PGE SP 2018: comissão está em fase final de definição



A Procuradoria Geral de São Paulo (PGE-SP) está terminando de formar a comissão do concurso, que estará totalmente constituída nos próximos dias, segundo a Assessoria de Impresa do órgão. A seleção já está autorizada pelo governador Geraldo Alckmin .

Com a comissão do concurso formada, o próximo passo deverá se a escolha da banca organizadora, o que deverá ficar para 2018. Um núcleo do concurso está trabalhando na elaboração do cronograma de algumas datas da seleção.
 
O concurso será para o cargo de procurador com oferta de 100 vagas. É preciso ter nível superior em Direito para concorrer. O salário é um dos atrativos do concurso: R$22.178,43. De acordo com a lei orgânica do próprio órgão, o concurso deverá ser composto por provas escritas e oral e avaliação de títulos.

Último concurso PGE-SP foi em 2012

O último concurso da Procuradoria do Estado de São Paulo foi realizado em 2012. A seleção ofereceu 105 vagas para o cargo de procurador e teve como banca organizadora a Fundação Carlos Chagas (FCC). Na época os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas (peça processual e questões discursivas).

As questões foram sobre diversas áreas do Direito, sendo elas: Civil, Constitucional, Processual Civil, Administrativo, Pessoal e Previdenciário Público, Ambiental, Tributário, Trabalho e Processual do Trabalho, Financeiro, Econômico e Empresarial Público.




Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.